A significância das Coisas

Quando se perde, frente a tantas confusões, cansaços habituais das ‘festas’ de fim de ano, você se encontra em algo que não queria estar, pensar ou mesmo existir: você não sabe mais o que está fazendo. Desvencilhando-se de tanto barulho, tanta confusão, ao ignorar o som dos fogos que teimam em ser acesos em pleno dia, meses antes do ‘dia prometido’, você suporta tudo com certa calma, ignorando, claro, sua vontade permanente de chamar a polícia ou estrangular seus vizinhos com as próprias mãos. Sentimento que cresce nos dias após a queima de fogos oficial, e seu vizinho teima em soltar dois ou três dos mais barulhentos no meio da madrugada, enquanto todos os outros querem dormir.

Após lutar um ano inteiro contra rotinas, trabalhos, chefes, família, seu cachorro que teima em comer suas revistas e os carteiros que teimam em não saber colocar as mesmas na grade do portão, já que a caixinha de correio é realmente pequena e sua Piauí zomba do seu tamanho, e dos seus pedaços espalhados na calçada pela boca do seu ‘pequeno’ monstro, você enfrenta a ultima e derradeira luta: os códigos do crédito de seu celular que por hábito não lembra como por e se pergunta por que raios o código é tão extenso. Luta para digitar uma mensagem, esquecendo que seu aparelho teima em ‘corrigir’ suas palavras com um dicionário interno que sempre falha. Tenta recuperar o sono na noite anterior a virada, enquanto adianta em pensamento o tédio que se arrasta, mas termina na casa da irmã conversando sobre todo tipo de assunto, e mesmo ao dormir em plena madrugada considera o dia melhor do que qualquer expectativa.

A falta que ela faz é fato. Longe, em algum lugar entre seus delírios e qualquer coisa distante demais para se pensar.

(31/12/2009)

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Contos

2 Respostas para “A significância das Coisas

  1. Lindo lindo, como sempre. Mas não sei porque, gosto particularmente desse *-*

  2. Incrível como vc tem essa habilidade de me fazer sentir como antes…
    E isso não é nem um pouco legal…
    Dói sabia?
    Mas enfim…
    Ao menos é uma coisa bonita de se ler, e boa para quem precisa.
    ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s