Por Aqui

Revirando folhas
Correndo contra o tempo
Andando em círculos
Sem sair do lugar
Olhando para você
Fitando meu destino
Caminhar, correr
Fugir e te encontrar
Partir nessa louca cruzada
Partir como partiste meu coração
Não vá agora
Não podes ir embora assim tão fácil
Não antes de dizer o que sinto
Sem ouvir meus motivos
Sem dizer que te amo Chove lá fora
E você olha para mim
Como se eu fosse de vidro
Terrivelmente bela
Jogue este jogo
Jogue os dados
Não posso parar
Não posso perder
Mas já não importa
Talvez nunca importasse
Você ganhou
Antes de entrar no jogo
Dama sem rosto
Princesa de meus sonhos
Cartas escritas
Desenhos rasgados
Para contentar-te
Para amar-te
Meus sonhos
Supérfluos de minha mente
Você estará sempre aqui
Não importa o que aconteça
Eternamente em meu coração
Donzela de minha alma
(17h 02 min – 07-12-05
10h56min – 25/01/2010)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s