Poesias – 2006

Começa a partir de agora no blog uma nova fase para a cagetoria de poesias: as poesias publicadas no ano de 2006, organizadas, assim como as do ano anterior de forma aproximada, por não ter os registros de todas elas, mas por conhecer o período em que foram escritas, e pela ordem que sempre mantive os meus manuscritos.

Até meados de 2007, ou 2008 eu mantinha todas as poesais nos manuscritos originais, em uma pasta que depois de muito tempo foi ganhando volume, até que pude enfim gravar em meios digitais, destruindo todos os manuscritos até então devido a organização primeira em um arquivo de texto no meu velho computador.

Poucos foram os manuscritos que ainda guardo, e todos tenho o registro conforme a época, com versões mais antigas intocadas, com a forma de escrita acompanhando a mentalidade que tinha na época, e arquivos mais novos, com correções de métrica, sonoridade ou reescrita de versos que já não faziam mais sentido.

Acompanhe-nos neste novo compasso desta eterna valsa, dance até perder esquecer do corpo, deixe-se levar pela melodia, e quem sabe nos veremos em meio à dança.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Voz do Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s