Até Logo

Pulso
Como um coração que para
Esparso
Como os sentimentos são
Choque
Como inspiração e arte
Medo
Do que a noite traz
Solene
Como uma reverencia
Extinto
Como o que um dia eu fui
Eterno
Como minha alma
Instável
Como minhas lembranças
Inconstante
Como nosso amor
Belo
Como seu rosto no espelho
Inesquecível
Como seus beijos
Incomensurável
Como minha saudade
Inóspito
Como a sua falta
Triste
Com a partida inevitável
Doloroso
Como a mordaça em minha boca
Sofredor
Como meu coração
Tácito
Como o silencio ao qual sucumbo
Enfim
Até logo
(02/04/06 – 22h48min
07/04/10 – 18h04min)

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Poesias

3 Respostas para “Até Logo

  1. Um simples até logo para mim se tornam palavras crueis que criaram os que não amaram. Só aqueles que amam de verdade sabem a dor que é dar um até logo a quem ama. Espero o dia em que não vou ter que te dar um Até Logo. Só nesse dia, minha vida estará completa.

  2. Nick

    até logo nem sempre é um Adeus, mas sim é na maioria das vezes muito intenso e doloroso, gostei muito desse, por tratar a realidade de um modo tão doloroso e amável

  3. Pingback: Os números de 2010 « A Valsa das Flores Mortas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s