Eternidade

Olhe pra mim
Diga-me a verdade
Prove que meus sonhos
Podem se tornar verdades
Seu rosto afastado
Seu olhar doce sem direção
Celebre minha ignorância
E incapacidade
De poder restar ao seu lado
E mesmo de longe gritar: Te Amo!
Estúpido coração
Que me fez enlouquecer
Tão tão distante
Fora de alcance
Prometo aqui
Prometo agora
Espero o tempo que for
Pra ter seus beijos novamente
Fiel como um cão ao seu dono
Você foi embora
Eu continuo aqui
Os dias passam
Noites se arrastam
Enquanto sonho
Com seus beijos sob o luar
Estou aqui
Cansado de esperar
(17/04/06 – 23h22min
26/04/10 – 19h07min)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s