Delírio pt 1

A brisa acaricia meu rosto
Enquanto viajo em pensamento
Tudo está tão calmo
Silencioso como as sombras
Que dançam ao meu redor
Eu te procuro inquieto
Sentindo em meu coração
A lembrança de um alguém
Que tocou fundo em minha alma
Aparecendo tão suave e sedutora
Como um sombrio vampiro
Lilith de sonhos delirantes

Quando penso em alguém
É de você que eu me lembro
Está comigo agora
Mesmo em pensamento
Em meu coração insensato

Procuro explicação para o que sinto
Mas não sei dizer o que vejo
Quero saber o que vejo
Mas não sei dizer o sinto

Pensamentos e sentimentos esparsos
Decodificados em frases que escrevo
Talvez sem motivo
Talvez sem sentido

Ninguém vê o que vejo agora
Cansado de esperar
Quero contemplar seus olhos
Silencioso
Ler seus pensamentos
Até você corar
E dizer tudo o que quero
E que não consigo explicar
Em palavras

Deusa de encantos
Adoro-te
Amo-te
Pequeno anjo
Abençoada com amor e justiça
Com a bondade divina em seu peito
Acolhedor e tenro
Como sempre há de ser

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s