Digite um Título Aqui

O que foi que eu perdi?
Coisas que não sei nem se deveriam ter sido perdidos, e nisso não tive escolha.
Pessoas as quais não sei se deveriam ter ido embora, e nisso sim talvez eu tenha um pouco de culpa.
O poeta está certo: quando encontra-te a si mesmo, é natural que se afaste dos outros. Tentam te mostrar, convencer, impor que suas crenças, suas manias, seus erros e suas virtudes, nada está certo, e que a verdade deles deve ser a sua também. Será mesmo que eles sabem qual é sua própria verdade? Gritam que você deve ficar sempre preso as mesmas amarras, que é errado se soltar das suas, quando eles só queriam se livrar das próprias em seu lugar, e não compreendem nem por meros segundos que nunca poderão sentir como você sente, que nunca poderão ver o mundo com os seus olhos, e até acredito que nem queiram.
Não é realmente muito excitante ser eu mesmo, aos olhos dos outros, dos meus nada falo.
É natural perder o chão, perder a linha, quando se percebe em um lugar onde tempo e espaço não existem. Vagar, devagar.
O não-nascido, o local onde nada existe, o completo vazio, onde não se pode ignorar a si mesmo, a place of no return.
Vontades, desejos e algumas ilusões, será essa uma receita para uma talvez ‘real felicidade’?

Talvez basta saber dosá-las.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Contos

Uma resposta para “Digite um Título Aqui

  1. Parabéns pelo post!

    Querem que sejamos todos iguais, mas as dúvidas e os questionamentos já fazem parte da nossa vida!
    Chegaremos ao “place of no return” logo!

    Abraços do Elfo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s