Sonho

O que faço agora que o tempo parou?
Como dizer o que preciso
se sei que nos veremos em breve
Mas não suporto olhar o Relógio
Sabendo que o tempo vai passar
E os ponteiros se arrastam até que possa te ter?
Não pense mal de mim
Não pense em nada
Deixe-me aqui sonhando com teu toque
Até que o momento certo chegue
E o sonho vire realidade
Não peço teu amor em palavras
Meus olhos dizem tudo
Se procuro tuas mãos
É para que aqueça as minhas
Não peço beijos
Conquisto-os
Como um artista louco
Que desenha sempre a mesma flor
Na esperança de que um dia
Ela lhe ofereça o perfume
Com que tanto sonha
(04/06/2006 – 17h31min
05/10/2010 – 12h12min)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s