Silencioso e Sombrio

O dia brilha em seus ombros
Os sonhos se deitam sobre a cidade
A morte descansa por entre os prédios
As ruas pulsam
Solidão
Sozinha em meio ao caos
Você não escolheu seu caminho
Agora durma meu amor
Meus dedos velarão teu sono
Minhas asas guardarão teus sonhos
Meu olhar será tua guarda
Minha prece será sua redoma
Mas e depois?
Mas e agora?
Teu castelo de vidro desmorona
E tuas lágrimas congelam teu corpo
Não posso mais te proteger
Mas vigiarei teus passos
Enfim durma meu amor
Descanse em paz
A noite cai sobre os arranha-céus
Cortando o ar como o vento gélido
Ainda somos iguais
Mas até quando?
(21/10/2006
20/11/2010 – 09h23min)

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Poesias

2 Respostas para “Silencioso e Sombrio

  1. Perece mesmo com todas as coisas e sentimentos que ocorrem todos os dias em Curitiba. ^^

  2. Pingback: Silencioso e Sombrio « Hermetic Rose

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s