Nevasca

Eu sigo teus passos
Teus rastros sobre a neve
Enquanto meus dias se arrastam
Perco-me entre névoas de lembranças
Se necessário morreria por amor
Se possível morreria por você
Eu que tenho medo de tuas mãos
Chegarei ao fim de outro dia
Outro dia quem sabe lhe escrevo
Inconstante como meu coração
Forte como o amor que sinto por ti
Sonho coisas estranhas
Como estranhas são as coisas que penso
Estas em meus mais profundos
E sinceros devaneios
E em meu coração
Que teima em gritar seu nome
(??/11/2006
21/11/2010 – 22h23min)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s