Engel


Que o desconhecido paire
Sobre nossas cabeças
E que eu possa caminhar
Até onde você for
Os sonhos brincam comigo
E você olha pra mim
Sorrindo por entre as flores
Veja meu amor
As rosas que colhi só pra ti
Não repare no sangue em minhas mãos
Os espinhos protegem a flor
Assim como tento protegê-la
Sinto falta do seu toque
Assim como sinto por não poder tocá-la
Tanto tempo que perdi
Como a eternidade
Dos segundos em que meu coração ofega
Sofri por tua causa
Mas tu és conseqüência
Prometa estar ao meu lado
Pois já estas em meu coração
Passei tantas noites
Desejando teus lábios
Meu amor agora olhe para o céu
A lua cheia coroa teus olhos
E inflama meu coração
Ouço tua voz suave
E sinto seus dedos ávidos
Perdido entre sonhos
Atrás de frases soltas
Que só você entende
(16/07/2007 – 20h03min
29/11/2010 – 22h47min)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s