Camila II

II-
O tempo passa lento por meus dedos
E tento esquecer o relógio
Que insiste em martelar em mim a saudade
Não tenho noticias suas
E tudo a minha volta é duvida
Tentei te esquecer em outros olhos
Mas só você insiste em me visitar
Todas as noites
Com uma assiduidade febril
Passo os dias pensando em ti
Tão longe de meus olhos
Em meu coração
Passo meus dias
Manhãs e tardes
Esquecido do mundo
Mas é melhor assim
Tempo é tudo o que preciso pra entender
Tenho medo de te perder pra sempre
Mas esqueço que o pra sempre
Sempre acaba
Minha presença é sempre uma sombra
Incompreendido e isolado
Tentando te encontrar em cada rosto
E cada corpo que toco
Mas tudo gira devagar
E caminhos se cruzam uma vez mais
Pude enfim te ver
E pude enfim saber o que tanto me afligia
Deixei meus sentimentos em xeque
E pude te ter uma vez mais
E assim o mundo gira
E caminha sem saber pra onde

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s