Camila III

III-
Nunca tente me esconder o que sente
Nem tente mentir pra si mesma
Se tiver teus olhos sobre mim
Fosse-me objetivo de paz
Por que não queres voltar?
Querida… Por que não?
Por que quem ama está condenada
A sofrer tanto e por tanto tempo?
Como se fosse torturado
Com requintes de crueldade
O mundo girou pra nós
E tentei te proteger de tudo
Mas não pude te proteger de si mesma
E ao proteger-te de tantos cortes
Não percebi que quem sangrava
Era eu mesmo
Não percebi que a dor era tão pura
Assim como os seus sentimentos
Seus pensamentos
Seus atos e seu orgulho
Conspiraram contra nós
E o que era sonho
Desmancha-se no ar
Você que sempre foi meu chão
A força que me fazia lutar
E que movia meu mundo
Deu-me as costas contra o vento
Meu mundo parou de girar
E me perdi uma vez mais

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s