Roleta Russa


Não Finja que já esqueceu
Não finja que não pensa mais em mim
Você mente pra si mesma
E isto está deixando de ser engraçado
Sua voz não tira mais meu sono
Então não finja que eu não existo
A melhor coisa que tem a fazer
É me esquecer
Não jogo limpo
Quando o jogo não tem regras
Não as que você tentou criar
E mesmo assim perdeu tudo…

Quantas vezes se perdeu
Em pensamentos mórbidos
Enquanto me procurava?
Enquanto procurava um caminho pra seguir
A passos lentos
Porém firmes
Quantas vezes duvidou de mim?
Quantas foram as chances desperdiçadas
E as escolhas que tiveste que fazer?
(7/02/2008 – 19h11min
12/12/2010 22h54min)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s